Translate

segunda-feira, março 05, 2018

O ambicioso plano chinês de construir um avião hipersônico


"Funciona mais ou menos com o quadrado da velocidade: se você dobrar a velocidade, quadruplica o 'arrasto'", explica o professor Nicholas Hutchins, da Universidade de Melbourne, na Austrália.
O que tem de novo no design proposto e testado na China é uma segunda camada de asas, colocadas acima das asas principais e com a função de diminuir o "arrasto", uma estrutura semelhante à de um biplano.
A subsônica é toda aquela que fica abaixo desse nível - as aeronaves que atualmente transportam passageiros, por exemplo. A supersônica é aquela que fica entre um Mach e cinco Mach (cinco vezes a velocidade do som), como a do Concorde, um avião comercial que voou entre Europa e Estados Unidos entre 1976 e 2003. A hipersônica, por sua vez, é aquela que está acima de 5 Mach, atingida apenas por pequenos veículos experimentais.
Os chineses têm se dedicado a quebrar a barreira hipersônica, com um time na Academia Chinesa de Ciências focado em um dos dois maiores desafios dessa empreitada - a aerodinâmica. O segundo obstáculo é questão do motor, mais difícil de resolver do que o desenho da aeronave.
Reportagem completa BBC Brasil

Nenhum comentário: