Translate

sábado, novembro 12, 2016

Uma empresa de biotecnologia tentará ressuscitar 20 mortos nos EUA

Uma empresa de biotecnologia tenta fazer algo cientificamente ousado: ressuscitar 20 pessoas clinicamente mortas. Chamada Bioquark, a companhia da Filadélfia obteve aprovações éticas das entidades de saúde dos Estados Unidos e da Índia para o seu projeto. 
A ideia não é dar vida nova a pessoas que faleceram, mas às que hoje vivem somente com o auxílio de aparelhos médicos e não podem viver de maneira independente. De acordo com Ira Pastor, CEO da Bioquark, este é o primeiro experimento científico do gênero e seus resultados podem representar mais um passo em direção à – talvez possível – reversão da morte dos humanos. 
Alguns peixes e anfíbios podem regenerar partes de seus cérebros após ferimentos graves e a ideia da Bioquark é trazer isso para a humanidade, após um período de pesquisa ainda sem estimativa de conclusão.
Uma pessoa é confirmada como sendo morto quando sua função tronco cerebral é permanentemente perdida.
No entanto, apesar do cérebro seres humanos mortos eles são tecnicamente não funcionais, mas mesmo assim, seus corpos são capazes de realizar a circulação de sangue, digestão de alimentos, excretar resíduos, equilibrar hormônios, crescer, se tornam sexualmente maduros, curam feridas, combatem uma febre, e até mesmo gestar um bebê.


Portal geral

Nenhum comentário: