Translate

sábado, fevereiro 20, 2016

Um brasileiro "afirma ter descoberto a cura total da AIDIS, Câncer e Diabete (Doença Tropical Dengue)”. OU-Zika Vírus, da Chikungunya.

O brasileiro autor dessa noticia: Carlos Francisco Lobato Álvares da Silva afirma ter informações sobre a cura de varias doenças graves:

BASTA APENAS MUDAR O VENENO DAS COBRASO SORO ANTI – AIDIS.

PELO SANGUE DO MORCEGO HEMATRÓFOGO (VAMPIRO) CONTAMINADO
PELO SANGUE HUMANO DO PACIENTE COM AIDIS, DOADO PARA
ALIMENTAÇÃO DO MORCEGO. E seguindo o mesmo processo de fabricação do soro antiofídico.
MORCEGO HEMATRÓFOGO (VAMPIRO). Possui agentes
Defensivos que elimina o vírus da AIDIS.
CAVALOS: POSSUEM ALTAS TAXAS DE IMUNOLOGIA.

Libélula: Muito simples a cura da dengue só precisa alimentá-las com lavras do mosquito Aedes aegipti adormecida em recipiente... OU Zika Vírus, da Chikungunya.
com água misturada com sangue humano contaminado com á dengue Tipo C
ou em outro recipiente com dengue tipo B hemorrágica... OU Zika Vírus, da Chikungunya.

Tirando o sangue da Libélula e seguindo o mesmo processo de fabricação do soro antiofídico. Libélula: Possui agentes Defensivos que elimina o vírus da DENGUE, OU-Zika Vírus, da Chikungunya.


CAVALOS: POSSUEM ALTAS TAXAS DE IMUNOLOGIA.



Luta de Vital Brasil para obter soro antiofídico é relançado cem anos depois.

Equinos produzem os anticorpos que barram o veneno das cobras
1. O primeiro passo: Para se produzir o soro é extrair o veneno de uma serpente — ou de um grupo delas do mesmo gênero, se o objetivo for uma vacina "multiuso". Para coletar o veneno das glândulas que secretam a substância, basta pressioná-las com as mãos ou aplicar um pequeno choque. Em pouco tempo, a serpente repõe sua peçonha (veneno).

2. Um cavalo recebe o veneno em pequenas e sucessivas doses, que não prejudicam a sua saúde. Ele então começa a produzir anticorpos contra a peçonha. Por que são usados os cavalos? "Poderia ser qualquer animal, mas o cavalo é dócil e tem um rendimento maior na produção de anticorpos que outros mamíferos", diz a bioquímica Hisako Higashi, do Instituto Butantã.
3. Após dez dias, amostras de sangue são retiradas do cavalo até se constatar que já há anticorpos suficientes no corpo do animal — o que leva, em média, 15 dias. Quando isso ocorre, até 16 litros de sangue são colhidos. Então, separa-se o plasma, parte do sangue onde ficam os anticorpos. O restante é reintroduzido no animal

4. O plasma do sangue é purificado em reatores e diluído. Aí o soro já está pronto. Quando uma pessoa é picada por uma cobra peçonhenta, precisa receber a substância salvadora o mais rápido possível. No organismo da vítima, os anticorpos do soro se misturam com o veneno, neutralizando sua ação pouco a pouco. Em geral, o paciente se restabelece após um dia de tratamento.



Foto: Rafflesia arnoldii, ou Flor monstro (não é uma flor).
Também é carnívora, também encontrada na Indonésia.
Chega a 106 cm e 11 quilos e a 1,20 metros de altura.
 se alimenta de insetos. 
Cura total do Câncer.
Com a produção, de agentes defensivos (chamados anticorpos.), produzido; Pelos agentes defensivos (chamados anticorpos.), pelas plantas carnívoras ao se alimentar da peça 
anatômica humana amputada ou do sangue do próprio do paciente cancerígeno. 
Após de 24 horas o paciente cancerígeno devera tomar chã da planta carnívora ou comer a planta carnívora, 
O. B. S, existe pouquíssimas plantas carnívoras comestíveis (cuidado) Deve-se procurar um Biólogo, Engenheiro Agrônomo ou técnicos de Orquidário. Para ter ser certeza que plantas carnívoras são comestíveis ou toxicas (venenosas).
 E essas pesquisas científicas em fase inicial só poderão ser executadas pelo próprio paciente Cancerígeno com acompanhamento médico ou após algum laboratório (repetir essas pesquisas só para comprovar o resultado). 


Acura das Diabetes.
Está sendo usado pelas populações Indígenas. E nas cidades rurais brasileiras. Uma iguaria para alimentação humana o bicho da cana de açúcar ou broca, pois ao passar a cana de açúcar para moer e produzir a ração para; o gado é separado, 
a cana de açúcar que contém a Broca, porque azeda toda a ração já moída a
qual é jogada fora a Broca; Saindo assim de graça e é afrodisíaca. 
Cura qualquer tipo de diabete se por habito usar em cardápio: Por exemplo, batidas em liquidificador; lógico: Na fase da Lagarta se completar qualquer pesquisa em laboratório sobre as propriedades fisiológicas do O bicho da cana de açúcar ou Broca (Diatéria Escaralis Fabricius). Obterá o resultado Cura Total da Diabete.





 Foto: O bicho da cana de açúcar ou Broca (Diatéria Escaralis Fabricius). 
Possui agentes defensivos (chamados anticorpos.), “que age diretamente no Pâncreas humano.”.











Foto: CANA DE AÇUCAR COM O bicho da cana de açúcar ou Broca (Diatéria Escaralis Fabricius).











REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS.

 Não existe referencia bibliográfica: Fonte o próprio autor: Carlos Francisco Lobato Álvares da Silva.
Afirma ter descoberto a cura total da AIDIS, Câncer e Diabete (Doença Tropical Dengue). OU-Zika Vírus, da Chikungunya.
E- mail. lobatonet@gmail.com
Fone: (31)98889-1229-Celular

Para baixar o documento completo do senhor Carlos Francisco Lobato Álvares da Silva.
Clica aqui.

Nenhum comentário: