Translate

quinta-feira, novembro 26, 2015

Sobre cancer... Fosfoetanolamina ... Por que ainda não foi aceita?

Prezados fui recebido pelo Governador Geraldo Alckmim no Palácio do Governo ontem à noite (23), juntamente com com Professor Gilberto Chierice, Bernardete Cioffi os Deputados Ricardo Madalena, Lobbe Neto e Roberto Massafera, para tratar do assunto Fosfoetanolamina Sintética.

O Governador além de médico, foi professor de química durante oito anos e também ficou perplexo (MUITO) com as explicações dos pesquisadores. Estamos falando de uma substância estudada há mais de vinte anos por dois químicos, um biomédico, um médico oncologista e um biólogo com doutorados e publicações internacionais.
Já participei de duas audiências públicas, sendo uma no Senado e outra na Câmara com a presença dos maiores oncologistas do país. Assisti mestres ministrando aula para o jardim de infância. Nenhum dos oncologistas presentes ousou desacreditar a substância. Preferiram o silêncio e, alguns, o elogio.
Os pesquisadores são assediados diuturnamente pelos laboratórios farmacêuticos internacionais. Prezados colegas, estão em jogo R$100.000.000.000,oo. Esse valor é o que a indústria ganha com o fornecimento rádio, quimioterapia e cirurgias.
Não se ignora a necessidade de se avançar nos testes clínicos com os protocolos necessários que já foram realizados pelos pesquisadores com mais de 5.000 pessoas que utilizaram a fosfoetanolamina sintética.
Lembrem-se aqueles que dificultam o acesso a fosfoetanolamina estarão daqui a cinco anos sentados ouvindo a seguinte notícia. " A fosfoetanolamina sintética é apresentada como um poderoso terapêutico na cura do câncer". Aí, lembrem-se que muitas vidas desesperadas pela substância perderam a chance de minimizar o seu sofrimento.
Para os senhores terem uma ideia, já se passaram 30 dias e nenhum dos pesquisadores foi convidado para participar do grupo de trabalho instituído pelo Ministério da Saúde. Já foram realizadas 2 reuniões sem a presença deles.
Já temos agendada uma reunião com o Ministro da Saúde para o próximo dia 27.11.
Como já vi em um jornal (sensacionalista) a ANVISA precisa analisar a água do brasileiro para saber se não tem rivotril, pois espanta-me a passividade desse povo que não merece esse sofrimento. Há quinze anos os pesquisadores praticamente imploram para a realização dos testes.
Lembrem-se. Se não morremos de câncer conhecemos alguém que morrerá.
Compartilhem. Denunciem. Provoquem, mas não fiquem calados. Pelo amor de Deus.
"Quem aceita o mal sem protestar, coopera com ele". Martin Luther King.
Daniel Macedo
Defensor Público Federal

Nenhum comentário: