Translate

terça-feira, março 29, 2011

criança de 2 anos e 5 meses não sera mais condenada a morte


Depois de 86 dias de espera, Andrew Araújo, 1 ano e 7 meses, será submetido, esta manhã, ao transplante de fígado que pode salvar a sua vida. A doadora é a mãe do menino, Márcia Rocha, 36, que dará parte do órgão para o bebê. A operação será feita por cirurgiões do Hospital Federal de Bonsucesso (HFB) e anestesistas do Hospital Sírio Libanês, por meio de um convênio entre a unidade e o Ministério da Saúde. Como O DIA denuncia desde 3 de fevereiro, o HFB, único hospital do estado que faz transplante em crianças, está com o serviço paralisado desde janeiro por falta de anestesistas especializados.
Saiu no O dia Online

Um comentário:

Ministério disse...

Olá, blogueiro (a),
Salvar vidas por meio da palavra. Isso é possível.
Participe da Campanha Nacional de Doação de Órgãos. Divulgue a importância do ato de doar. Para ser doador de órgãos, basta conversar com sua família e deixar clara a sua vontade. Não é preciso deixar nada por escrito, em nenhum documento.
Acesse http://doe.vc/mq e saiba mais.
Para obter material de divulgação, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br
Atenciosamente,
Ministério da Saúde
Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/minsaude