Translate

quinta-feira, julho 08, 2010

ONG faz apelo para que mulher não seja apedrejada no Irã

A organização internacional de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch lançou nesta quarta-feira um apelo para que o governo do Irã cancele a execução por apedrejamento de Sakineh Mohammadi Ashtiani, condenada por adultério.
Segundo o grupo, a iraniana, presa desde 2006, enfrenta morte iminente, uma vez que seus pedidos por clemência foram negados.
Inicialmente condenada por envolvimento em "relações ilícitas", ela foi punida primeiro com açoitamento. Depois foi também condenada por adultério, recebendo então a pena capital.
Saiu na BBC Brasil

Nenhum comentário: