Translate

quarta-feira, julho 21, 2010

Amianto pode matar mais de 1 milhão no mundo até 2030


Especialistas em saúde pública alertam para um grande aumento no número de mortes nas próximas duas décadas devido ao uso do amianto pela indústria da construção civil, sobretudo nos países em desenvolvimento.
O Canadá é um dos maiores produtores mundiais de amianto branco e exporta o produto, mas proíbe seu uso no país.
Uma investigação conjunta da BBC e do Consórcio de Jornalistas Investigativos revelou que mais de 1 milhão de pessoas podem morrer até 2030 devido a doenças ligadas à substância.
Com um consumo de amianto 50 vezes maior do que os Estados Unidos, o Brasil é o quinto maior consumidor do produto em uma lista liderada por China, Índia e Rússia.
O amianto é uma fibra natural presente em minas. Barato e resistente ao calor e ao fogo, é misturado ao cimento para construção de telhas e pisos.
No entanto, a substância, cujo uso é proibido ou restrito em 52 países, solta fragmentos microscópicos no ar que podem provocar diversas doenças pulmonares quando inaladas, inclusive alguns tipos de câncer.Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), mesmo o amianto branco provoca câncer.
Saiu na BBC Brasil

2 comentários:

Cah disse...

Olá querida!!
Puxa, amei sei post, nunca tinha ouvido falar em amianto mas agora sei que é uma substância praticamente invisível e perigosa.... que horror!! Bjos querida!

Cah disse...

Olá querida!!
Puxa, amei sei post, nunca tinha ouvido falar em amianto mas agora sei que é uma substância praticamente invisível e perigosa.... que horror!! Bjos querida!