Translate

sexta-feira, junho 25, 2010

LaToya reitera que Michael Jackson foi assassinado por dinheiro

Londres, 24 jun (EFE).- Passado quase um ano da morte de Michael Jackson, LaToya segue convencida de que o irmão foi assassinado por dinheiro. Em entrevista ao canal "GMTV", a artista afirma que Michael "valia muito mais morto do que vivo" e que "foi assassinado por seu catálogo de músicas".
LaToya diz nunca ter duvidado de que o "rei do pop" foi morto. "Desde o dia que descobri que Michael não estava mais conosco, quando minha mãe me gritou no telefone, logo em seguida me perguntei quem tinha feito isso", conta.
A acusação não é nova, já que semanas depois da morte de Michael a cantora deu várias entrevistas não só sustentado a tese do assassinato, mas também dizendo saber a identidade dos assassinos.
Saiu no Yahoo Brasil

Nenhum comentário: