Translate

terça-feira, maio 18, 2010

Miss EUA é acusada de ligação com Hezbollah

Páginas conservadoras da internet afirmam que Rima Fakih, coroada na madrugada de segunda-feira, foi financiada por grupo radical.
Nascida no Líbano, em uma família árabe, sua vitória suscitou críticas de um grupo de internautas que assegura que o grupo islamita Hezbollah apoiou financeiramente a campanha de Rima.
A advogada e comentarista política Debbie Schlussel chegou inclusive a afirmar que a própria miss era uma defensora das atividades do grupo armado. "Fontes de inteligência confirmam que pelo menos três parentes de Fakih são atualmente dirigentes do Hezbollah, e que pelo menos oito membros de sua família foram terroristas do Hezbollah mortos por Israel nas últimas guerras entre Israel e Líbano", assinalou Schlussel em seu site.
Saiu no Yahoo Brasil

Nenhum comentário: