Translate

terça-feira, março 02, 2010

Os Big Brother (Grande fratello) da vida.



Segunda-feira dia 1 de março do 2010 o Big Brother italiano, conhecido como grande fratello, elimina um dos concorrentes mais amados na história da Itália nos reality show.
Maicol Berti se despediu abaixo de lagrimas e profunda tristeza por ter que deixar a casa do BBI (Big Brother Italiano).
Mas por que falar do concorrente Maicol?

A razão pela qual relatamos sua historia é porque Maicol é gay declarado e vivia uma historia de amor e ódio na casa com um concorrente de nome Giorgio Ronchini, declarado hetero, um personagem sem brilho, quase morto, mas começou a ser notado pelo público quando iniciou uma grande amizade com Maicol.

Giorgio sentia uma grande necessidade de gritar ao público que era hetero, invocando por varias vezes o nome de uma provável namorada de nome Giulia, que conheceu apenas a dois meses antes de entrar na casa do BBI.
Abaixo de polemicas onde senhor Ronchini dizia ser hetero, saia na mídia fotos do mesmo como vencedor de desfilada em concurso gay, tinha registro de carteira em clubes gay, mas mesmo assim o publico não podia acreditar que o belo Giorgio fosse homossexual.

Giorgio usou o personagem Maicol por todo tempo, iludindo muitos da comunidade gay que torciam pelo romance da cópia, se viu cenas de beijos, dormiram juntos na mesma cama, brincadeiras de lutas que mais pareciam rituais de atos sexuais.
Interessante que toda vez que giorgio, o hetero, demonstrava afeto, desejos por maicol, no final sempre gritava o nome da namorada como um galo que canta no terreiro anunciando que é macho:_"Giulia te amoooooooooo" co co ro co co.

Para muitos Giorgio não poderia estar na final do programa visto que foi a sombra de Maicol, cansou de falar mal pelas costas com outros concorrentes.
Ensistia em deixar claro que Maicol era possessivo, estérico, e muitas vezes vulgar, palavras sempre feita pelas costas do amigo apaixonado.
Mas essa homofobia contra homossexuais homens é realmente pavorosa? Ou os chamados hetero tem medo de olhar-se no espelho quando veem um homossexual?

Na mesma edição do BBI, tinha duas moças, que desfilou beijos de língua e situações homossexuais, mostrando o quanto é hipócrita a sociedade e os produtores em mostrar duas mulheres em cenas homossexuais e censurando os dois rapazes, no caso Maicol e Giorgio. Toda vez que eles estavam muito perto de alguma cena explícita, eram chamados pelos produtores e a câmera mudava cena. Itália católica obviamente não admite certos tipos de comportamentos na televisão, por mais estranho que as duas mulheres que desfilava pela casa do BBI beijos lésbicos, declaravam sempre somos hetero, nosso amor é apenas um amor puro sem maldade. Mas a língua era dentro da boca!
O final do BBI sera na próxima segunda-feira, dia 8 de março, mas muitos fãs de maicol não assistem mais o programa desiludidos com o resultado e o sacrifício de um homossexual no reality que durou quase cinco meses.

No Brasil aconteceu fatos semelhantes com um concorrente, que repercutiu em todo mundo, Marcelo Dourado que deixa claro que não gosta de homossexuais, esse tipo de comportamento que ajuda ao crescimento da homofobia contra seres humanos que o pecado é só de amar o seu semelhante, deveria ser monitorado pelo produtor do programa.
Em que ano estamos? 1010? A... não..2010. Desculpem por um momento pensei que estava vivendo um Déjà vu, vivendo algo que já tinha vivido no passado, no caso através de leitura.


Nenhum comentário: