Translate

quinta-feira, outubro 19, 2006

Crônicas & Críticas

Escolinha do Professor Raimundo

Uma amiga minha me chama no messenger com a seguinte frase:

- Red, eu gostaria tanto que você estivesse aqui comigo hoje!

Ela mora em outro estado, bem longe daqui. Achei que fosse uma saudade fraternal, mas não era.

- Você tinha que ter participado comigo do meu curso de flores em E.V.A. Nós duas iríamos rir muito!

Acho engraçado porque todo mundo se lembra de mim na hora de contar maldades, dizendo "Você perdeu uma ótima", "você teria adorado", "você tinha que estar lá". Pô, tá bom que eu sou um pouco malévola, mas... (limpando o veneno no canto da boca)... acho que as pessoas exageram... (deixando pingar veneno no chão)... que injustiça comigo!

Bom, a história começa com um curso de flores em E.V.A. que custa um real. Sim, sim, custa UM real. Repetindo: apenas UM mísero real. Você paga apenas o frisador, que custa de 15 a 20 reais. E sim, eu não sei o que é um frisador, que isso fique bem claro.

Bem, primeira aula e lá vem o professor. Um curso cheio de mulheres, para aprenderem a fazer flores artificiais, e o professor é um homem. Bem, deixemos o preconceito pra lá.

"Vocês podem me chamar de Fulano, eu vou ser o professor de vocês, e é importante que vocês não perdam nenhuma aula".

Aí, para integrar melhor os participantes, ele perguntou o nome de um por um.

- Seu nome?

- Renata.

- E o seu?

- Alice.

- E o seu?

- Fulana. (minha amiga)

- E você, como se chama?

- Flayanny.

(pausa para engasgo)

- E você, minha jovem?

- Loureélen.

(pausa para ataque cardíaco)

- E você?

- Maxssuellen.

(pausa para convulsões)

- E seu nome, qual é?

- Enderiça (com cê cedilha).

(pelo amor de Deus, façam alguma coisa!!!!)

É claro que minha amiga teria se lembrado de mim. Porque eu já estaria debaixo da mesa, roxa como uma berinjela, e estariam todos chamando a ambulância. "Acudam, é uma crise de riso!"

Eis que o professor se lembra que o curso custa um real, e que o pagamento é todo dia tal. E a Loureélen (se pronuncia loure-élen, tá? Aprendam!) levanta o dedinho e diz:

- Professor, lembre-se que eu sou cortesia!!!

CORTESIA? O curso custa UM (uuuuuuuum) real e ela ainda pede cortesia?? Apresentou carteirinha de estudante? Pediu desconto?

Bem, começa a aula. E minha amiga comenta com o mestre sábio:

- Ô seu, ahn, supervisor, tem frisadores bem pequenos...

- Tem, mas é do tipo praprik.

- Não, estou falando de frisadores pequenos, como rosa beijinho, bem-me-quer...

- Tem sim, mas é praprik.

Ela ficou olhando pra ele com aquela cara de quem não está entendendo picas. E ele, então, pega uma saia de criança e mostra. E então ela entende. O que ele queria dizer era que tem moldes pequenos, sim, mas não são 3D. Eles são PARA APLIQUE.

A verdade é que minha amiga será obrigada a ir para a aula amanhã, porque eu não posso perder NEM A PAU as cenas do próximo capítulo.

E eu ainda não descobri o que é um frisador...

Um comentário:

Águas da Vida disse...

Esses cursos sao demais...A proposito, o professor é gay? So por curiosidade, porque se for as gargalhadas sao garantidas pelo humorismo do sujeito!
Big Kiss