Translate

sexta-feira, outubro 13, 2006

Crônicas & Críticas

Banalização
Para muitos menores favelados, que ao invés de ouvirem e lerem historinhas infantis onde o bem sempre vence o mal e com isso irem assimilando os princípios morais básicos e necessários a todo ser humano, são mostradas capas de revistas e manchetes de jornais com destaques dos criminosos. Só resta em suas vidas, que anseiam serem bem sucedidos em alguma atividade, seguir o caminho fácil da delinqüência, da venda de drogas, até chegar no ponto alto da carreira, traficante de drogas. Pois aos olhos despreparados, os criminosos com toda atenção e divulgação que recebem, lhes parecem ídolos e os levam a facilmente, desde a infância, seguir seus caminhos na esperança de se tornarem poderosos como um Marcola, talvez um Fernandinho Beira-Mar.

Junte a esse erro, que a mídia comete com o único objetivo de atrair lucro, ao apoio explícito que está sendo dado, pela maioria dela, à corrupção, às mentiras, às ações de alguns órgãos da Justiça que encobrem e modificam fatos para proteger políticos bandidos. Imprensa que divulga em destaques as mentiras, já comprovadas, daquele que é o responsável pela administração do Brasil, o Presidente, como se verdades fossem.

Todos sabemos que uma mentira repetida constantemente ao povo analfabeto político por jornalistas inescrupulosos e também pelos interessados nos lucros que obtém nos desvios do dinheiro público a seus bolsos, se transforma em verdade. Agora analisam o resultado da eleição do primeiro turno, e concluem que os votos de Lula são dos que ganham até dois salários mínimos e acima disso são do Alckmin. Por que não mostram a realidade? Os votos do Lula são dos analfabetos políticos, dos que não sabem pensar por si próprio e crêem em suas mentiras, com comida na mesa, ou não! São também dos parentes, familiares, amigos, vizinhos e conhecidos dos 30 000 cargos de confiança criados nesse governo e dos amigos dos amigos dos atuais donos do poder, como esses jornalistas, e de todos que circulam e tiram vantagens desse poder. Você, que pretende votar no Lula, identifique em quais desses perfis se enquadra, porque tenho certeza que está num desses e, por favor, não se desculpe dizendo que vota Nelle pelos pobres, sabe bem que se tivesse acontecido um governo sem corrupção e com vontade de diminuir as diferenças sociais, haveria bem mais verbas para serem aplicadas nos programas sociais, na abandonada e esquecida saúde e na educação.

No caso da reeleição de Lula, nossos jovens, da favela ou não, terão outra forma de vencer fácil na vida, basta se tornarem políticos, mentirem muito e comprar votos dos incautos, para se elegerem e eleitos, roubar tudo que puderem, mentir para se inocentarem e pagar favores a muitos jornalistas e alguns delegados de polícia e juízes, que ninguém os condenará, pelo contrário, aplaudirão e os reelegerão no próximo pleito que concorrerem.

É a banalização dos erros e pior, a absolvição dos crimes. É a instalação definitiva da corrupção, do roubo e da mentira. É a nova ordem social. É a amoralidade instituída

4 comentários:

Águas da Vida disse...

Muito obvio seu post querida Hilda, os jovens que hoje nascem nessse mundo, de maes despreparadas sem a minima educaçao ou respeito social pelo proximo (na maioria deles) so se darao conta dos erros num futuro quando verem o caos que formaram entre eles mesmos e as pessoas que os circundam.
Sera? Caso tenham uma conciencia!
Big Kiss

Ronan Jimson disse...

Hi Hilda, I want to introduce you to http://freearticle.name

eduardo disse...

Sou contra a banalização da violência...

Um Poema disse...

Depois dos políticos não são os chamados "jornalistas" a pústula da humanidade?
Jornalistas (na verdadeira acepção da palavra) são bem poucos. Agora pasquineiros, oportunistas, fazedores de opinião, charlatães, instalados nos meios de informação, intitulando-se "jornalistas" são às mãos cheias.
Um abraço