Translate

segunda-feira, setembro 11, 2006

Prisão Amarga

Trinta e nove anos, por exemplo, sendo trocados por trabalho ou estudo. Seria plausível tal medida?
É preciso ver em primeiro lugar que os civis prejudicados por criminosos além de sofrerem traumas, desejam que o meliante seja preso e “acima de tudo”, cumpra a pena por completo que lhe foi infligida.
Nota-se, por outro lado, que há realmente pessoas que mudam seu comportamento e arrependem-se por completo de seus crimes em pouquíssimo tempo de pena cumprida, e é possível perceber que o mesmo já não tem mais motivos para estar na cadeia, fora o resto da pena pendente.
O que fazer, então, para que os civis não sintam lesados seus direitos e não transformemos os já arrependidos em perigosos bandidos devido à rotina estressante e enfadonha das cadeias?
É preciso investir em ensino profissionalizante para os detentos. Durante o início do cumprimento das penas, os presos aprenderiam um ofício e após certo tempo de pena cumprida, realizariam tais ofícios na cadeia, até que se completem os dias que lhes foram infligidos. Assim, nenhum cidadão teria seus direitos mutilados e os presos já sairiam com ocupações, reduzindo-se ao mínimo a probabilidade dos mesmos voltarem à vida criminosa.
Resumindo, basta nossos governantes terem a consciência de trabalhar pela população em geral, pois até nas cadeias há muitos que estão aptos para uma vida normal em sociedade, e investindo-se neles reduziríamos quase que completamente esta violência que tanto repudiamos.

3 comentários:

Águas da Vida disse...

Evandro acredito que a violencia é culpa da injustiça social, apesar de que existe caso e... Caso.
Devemos classificar os delinquentes, tem os que rouba uma laranja e esta em prisao, tem o que rouba milhoes e esta gozando seu dinheiro numa cobertura, tem o assassino...Muito complexo esse tema.
Big Kiss

A Crítica disse...

Infelizmente na constituição brasileira não há a distinção de quem rouba uma laranja pra quem rouba um banco por exemplo...lastimável não?!

Anônimo disse...

Vim visitar o blogger, gostei muito e voltarei. Parabéns.
EVA BYTE