Translate

sábado, setembro 16, 2006


Pesquisa indica alto consumo de drogas na e-music

Um estudo comportamental revelou que, entre todas as tribos, os fãs de música eletrônica estão entre os jovens que mais consomem drogas.
A pesquisa foi realizada pela Universidade Britânica de Liecester, e ainda apontou que os adeptos a este gosto musical também têm tendência à criminalidade e promiscuidade sexual.
O hip-hop ficou igualmente neste patamar de alto comportamento de risco e uso de entorpecentes, enquanto outras vertentes musicais, como o blues e a música clássica revelaram desvios como preferência pela maconha e um grande índice de multas no trânsito, respectivamente.
Foram entrevistadas 2,5 mil pessoas, e os dados publicados na revista Psychology of Music (Psicologia da Música).
O noticiário estrangeiro agora pretende coletar mais informações sobre o estilo de vida dos brasileiros, mais especificamente dos sambistas, registrando seus hábitos e possíveis vícios.
Obaoba

Fátima Gama comenta:

A droga está em todos os estilos de músicas e principalmente naquele onde há mais jovens e como este tipo de música está em evidência é normal que ela esteja em primeiro lugar, como já foi o rock ou outro que seja da hora como falam os jovens de hoje em dia, de qualquer maneira independentemente do estilo musical o que importa é que a pesquisa mostra que muitos de nossos jovens além estarem à margem da criminalidade ainda estão vivendo promiscuamente sujeitos a pegar AIDS. Atualmente se constata que um número cada vez maior de adolescentes está recorrendo ao uso de drogas e que isso começa cada vez mais cedo, as perguntas que surgem no sentido de descobrir as possíveis causas têm, muitas vezes, suas respostas em lares desfeitos, pais agressivos, etc., mas acredito que só o amor e a confiança mútua entre pais e filhos podem reverter este quadro, se não dermos amor e atenção aos nossos filhos os fazendo sentir-se amados e protegidos um traficante o adotará e engrossará a lista dos viciados, muitas vezes quando se percebe já é tarde demais, ele já se tornou um viciado e aidético de vida curta, só nesta hora nos conscientizamos que fomos ausentes e permitimos que se chegasse a este ponto, neste momento os pais se sentem culpados e impotentes, uma vida acaba antes de começar e uma família é destruída para sempre.

6 comentários:

Águas da Vida disse...

Excelente denuncia querida Fatima, falar sobre as drogas para mostrar aos jovens que nao esta com nada quem as usa é de extrema importancia.
Big Kiss

-=|Åñð®ë§§ä|=- - disse...

O problema das drogas precisa ser realmente discutido. A cada dia acompanho caso de pessoas (até mesmo amigos meus) q afundam nas drogas e muitas vezes não têm volta, é deprimente. A utilização de drogas pode ser proveniente de uma fraqueza emocional ou até mesmo p/ fazer parte de uma tribo... enfim existem "n" motivos q levam um jovem a usar drogas, mas nenhum deles é justificável...
É improtante q cada vez mais esse assunto seja discutido, é possível ver algumas campanhas, mas ainda acho insuficiente, diante da grandiosidade do problema.

Gostei muito das propostas no blog, percebe-se a forte preocupação com questões atuais q merecem atenção. Convido vcs a conhecerem o Estátua da Fonte, terei prazer em recebê-los. Recebi a indicação do blog pelo Dudu Oliva.
Bjs e fiquem com Deus:**

Hilda disse...

Esse tema é de uma importância muito grande pois afeta os jovens e os destrói.. de quem é a culpa?

Vejo tantos culpados que já nem sei quem é mais. Vejo nas posturas da sociedadde, vejo nas mídias, vejo na apologia ao consumismo, vejo no governo que não melhora a distribuição de renda entre o povo, vejo na família, vejo na escola, vejo na divulgação da sexualidade, vejo na busca pelo sucesso ou na busca de si mesmo...

Luiz Alberto Machado disse...

Muito pertinente sua abordadgem. Adorei tudo por aqui.
Beijabrações
www.luizalbertomachado.com

Anônimo disse...

Olá...
Embora alguns cantores e bandas incentivem o consumo desta "droga", os jovens recorrem à ela por outro motivo e não pela música. Como você mesmo disse, problemas em casa e a "falsa" imagem de que fazer parte de uma tribo que usa isto é "ser legal", faz cada vez mais, um número maior de mortes, que na maioria das vezes não são eles, são as pessoas que morrem assaltadas por bandidos que usam o dinheiro que eles gastam comprando armas e matando cada vez mais. Se quem usasse, morresse, sei lá, cada um sabe de si, mas o problema é que a culpa é sempre do governo, da polícia e nunca o usuário é culpado. Ouço rock e poderia ouvir música eletrônica, nunca usei e nunca usarei esta "droga" por causa da música. Os artistas, tipo Marcelo D2, deveriam ser responsáveis, assim como o Fernando Gabeira que é um idiota total. Vamos deixar de ser hipócritas e começar a punir os usuários tambem.
Abraços,
beto.

Vanna disse...

O problema é q as pessoas continuam a arrumar desculpas pra justificar seu erros e escolhas inadequadas. Se pararem de se fazer de vítimas não precisarão recorrer a nada pra "fugir" da realidade. Já passei por muitas coisas e sobrevivi a todas de cara limpa, contando muitas vezes só comigo, por isso hoje dou tanto valor aos amigos pq assim como Scarlet no filme E o vento levou, jurei nunca mais estar só quando estiver sofrendo. (Ela jurou q nunca mais passaria fome, mas isso nunca passei. rsrs)
Bjs