Translate

terça-feira, agosto 22, 2006

Mapa mostra escassez de água pelo mundo


A alarmante extensão da escassez de água no mundo foi detalhada em um mapa elaborado por uma empresa de consultoria e gerenciamento de recursos hídricos.
O mapa e o relatório elaborados pelo International Water Managment Institute (Instituto Internacional de Gerenciamento de Água, IWMI, na sigla em inglês) foram apresentados na Semana Mundial de Água em Estocolmo, na Suécia, que começou no domingo e vai até o dia 26 de agosto.
Catástrofe ambiental

O Egito importa mais da metade de seus alimentos pois não tem a água necessária para sua produção local.

E o Mar de Aral, entre o Uzbequistão e o Cazaquistão, continua sendo um dos exemplos mais visíveis em que desvios enormes de água para a agricultura causaram escassez, segundo o relatório, além de uma catástrofe ambiental.

"É possível reduzir a escassez de água, alimentar as pessoas e cuidar da questão da pobreza. Mas a questão mais importante é a ambiental. O povo e seus governos terão que tomar decisões sobre como gerenciar a água", disse o pesquisador David Molden, do IWMI, que liderou a avaliação.

O diretor-geral do instituto, Frank Rijsberman, disse à BBC que 25% da população mundial vive em bacias hidrográficas onde há escassez física de água. Um bilhão de pessoas vivem em bacias hidrográficas onde a água é economicamente escassa.



BBC Brasil

Aguas da vida comenta
O que dizer de tudo isso? Teremos que nos adaptar a viver sem agua? Ou ainda é tempo para fazer alguma coisa?

Um comentário:

Fatima Gama disse...

Uma verdadeira aula de Geografia, parabéns pelo post. É incrível como se pode canalizar dois rios afim de cultivar o algodão, que desembocam no Mar de Aral, conclusão em face da diminuição do débito fluvial detes rios no mar e da maior evaporação da água canalizada para a irrigação, o Mar de Aral está secando, suas águas mais salgadas e os peixes morrendo, maldita ganância do homem que só pensa em ganhar dinheiro e sacrifica a natureza! Bjs