Translate

sexta-feira, julho 21, 2006

NÚMERO E NATUREZA

Números existem em função da natureza, e nosso conhecimento da natureza existe em função dos números. Inclusive, dos números também se vale nosso corpo: o peso, a temperatura, a pressão arterial, as medidas corporais, os graus das lentes que corrigem a visão. A vida também é explicada em números: os séculos, as datas, as horas, as idades, as distancias, as medidas, as porcentagens, os capitais financeiros, as quantidades, e muitos outros casos e acontecimentos.

Número lembra matemática. Será que também temos Matemática e Natureza?

No livro Código de Da Vinci, o autor cita a Seqüência de Fibonacci, e a Razão de Ouro. Muitos devem ter ignorado e talvez não entenderam o raciocínio do personagem, o que não fez muita falta, graças à habilidade do autor. Essa seqüência põe por terra o argumento de muitos que não vêem beleza, nem arte, nem poesia na matemática.

De modo rápido apresento a Seqüência de Fibonacci, que origina um número chamado por Leonardo Da Vinci de “A DIVINA PROPORÇÃO”, indicado pela letra grega “PHI”.

Durante anos o homem procurou a beleza perfeita, a proporção ideal. Os gregos criaram então o retângulo de ouro. Era um retângulo, no qual havia proporções(divisão entre duas grandezas)... do lado maior dividido pelo lado menor e a partir dessa proporção tudo era construído. Assim eles fizeram o Pathernon... a proporção do retângulo que forma a face central e lateral. A profundidade dividia pelo comprimento ou altura, tudo seguia uma proporção ideal de 1,618.

Os Egípcios fizeram o mesmo com as pirâmides cada pedra era 1,618 menor do que a pedra de baixo a de baixo era 1,618 maior que a de cima, que era 1,618 maior que a da 3a fileira e assim por diante. Encontramos ainda o número Phi nas famosas sinfonias como a 9ª de Bethoven e em outras diversas obras.

Em 1202 Leonardo Fibonacci um matemático que estudava o crescimento das populações de coelhos criou aquela que é provavelmente a mais famosa seqüência matemática a Série de Fibonacci. A partir de 2 coelhos, Fibonacci foi contando como eles se aumentavam e observando a reprodução de várias gerações chegou numa seqüência onde um número é igual a soma dos dois números anteriores:

1, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, 34, 55, 89, 144, 233, 377, 610, 987,...

Nessa seqüência, a proporção entre um número e seu anterior é sempre 1,618. Tem uma calculadora? Efetue a divisão e verifique. Para maior aproximação, pegue os maiores números. A este número irracional (pois não é decimal e não forma período) chama-se Razão de Ouro e parece ser a base matemática de tudo, desde a arquitetura à fotografia, passando pela pintura, pela música, etc.

Mas por que esse número é tão apreciado por artistas, arquitetos, projetistas e músicos? Porque a proporção áurea, ou razão de ouro, como o nome sugere, está presente na natureza, no corpo humano e no universo. A proporção entre abelhas fêmeas e machos em qualquer colméia é 1,618. A proporção com que o raio do interior da concha de um caramujo cresce é de 1,618. A proporção entre a medida do seu ombro à ponta do seu dedo e a medida do seu cotovelo à ponta do seu dedo também é de 1,618. A proporção em que aumenta o diâmetro das espirais de sementes de um girassol é de 1,618. Bem como a medida do sua perna ao chão em relação à medida do seu joelho ao chão. Essas proporções anatômicas foram bem representadas pelo "Homem Vitruviano", obra de Leonardo Da Vinci

“Homem Vitruviano, de Leonardo da Vinci. As idéias de proporção e simetria aplicadas à concepção da beleza humana” Nada obedece tanto a DIVINA PROPORÇÃO do que o corpo humano... obra prima de Deus

Até hoje esse número é considerado uma proporção perfeita, meça a largura/altura de seu cartão de crédito, de uma foto, de um livro, de um jornal e divida largura por altura que encontrará 1,618. Desconsidere pequenas diferenças causadas por medidas imprecisas.

A Razão Áurea ou Divina Proporção está presente na natureza, sempre relacionada ao crescimento de todos seres vivos. Então, isso tudo seria uma coincidência?...ou seria o conceito de Unidade com todas as coisas sendo cada vez mais esclarecida para nós?

OBS: Não confundir o PHI(lê-se Fi) com o Pi que é a razão, ou proporção entre o Perímetro(medida da volta) de uma Circunferência qualquer e a medida do seu Diâmetro.
O valor do Pi é, aproximadamente 3,14 e do PHI, como vimos, 1,618

6 comentários:

Águas da Vida disse...

Excelente post principalmente falando em Leoanardo da Vinci com todos seus segredos e mistérios, parabéns deu um toque de alta qualidade ao nosso jornalismo modesto.
Big Kiss

Fatima Gama disse...

Ola Hilda
Muito bom o texto e Aguas tem razão, parabéns, eu não conhecia a Razão de Ouro, interessante os Egípios terem esta visão naquela época, como mediram se não tinham aparelhos para isto né, é uma construção perfeita, mistérios da vida, não acho que sejam coincidências. Te desejo um ótimo fim de semana! Beijos

Quiron disse...

Existem muitas outras referencias ao uso do numero de ouro em outros grandes mestres, por exemplo Miquelangelo. que na obra de Dan ficou a leo, e foi dado a Da Vince credditos que eram de Miquelangelo. Mas isso não vem ao caso. O q importa é que sua divugação da ciencia é muito boa. Tornadoa mais clara aos leigos,

Parabens.

Caritas souzza disse...

Olá! Passando e me admirando diante deste texto informativo. Sabemos que a humanidade deve muito aos Egípicios que muito contribuíram desde a Ciências humanas como a medicina até as ciências exatas como a matemática. Desejo a vc um lindo e maravilhoso FDS. Bjos doces em seu coração.

Luz & Esperança disse...

Olá!!

Estamos passando para matar a saudade e te desejar um lindo fim de semana!!

“Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento. “ (Clarice Lispector)

?`•..•´?`•..•´?`•..•´?`•..•´?`•..•´?`•..•´? (¯`?’´¯)-:¦:-
`•.¸.•´
¸.•´¸.•´¨)¸.•*¨)-:¦:-
(¸.•´ (¸.•´ .. .•´.•´¯`•?Luz e Esperança

Um Poema disse...

Não sei se me surpreendeu mais a demonstração do conhecimento, se a forma da exposição, sintética mas exacta e de fácil compreensão.
Um abraço