Translate

sexta-feira, junho 23, 2006

Segundo estudo, preservativo evita transmissão do HPV


O uso regular de preservativos protege contra o vírus HPV, causador verrugas genitais, além de câncer do colo do útero e outros, disseram pesquisadores.
No estudo, o qual especialistas independentes dizem ser o mais conclusivo para examinar o papel dos preservativos na prevenção da doença, mulheres cujos parceiros usaram camisinha em todas as relações sexuais tinham taxa de infecção duas vezes menor do que mulheres sem proteção.

O estudo foi conduzido entre estudantes da Universidade de Washington, em Seattle.

Apesar da liberação da vacina contra o HPV pelo FDA, as descobertas da pesquisa são importantes pois a vacina só protege contra quatro tipos da doença. Portanto, o uso constante de preservativos protege as mulheres contra os outros tipos perigosos do vírus, dizem os autores.

Especialistas em doenças sexualmente transmissíveis acreditam que os preservativos, quando usados corretamente, são eficazes na prevenção do Papilomavírus Humano e outras DSTs.

A questão gerou controvéria pois um grande número de estudos anteriores sobre preservativos e HPV produziram resultados conflitantes sobre o grau de proteção que a camisinha oferece para as mulheres.

O estudo de Seattle também ilustra a dificuldade de iniciar e desenvolver estudos que determinem a eficácia dos preservativos. O uso da camisinha não consegue eliminar todas as infecções pelo Papilomavírus Humano, pois alguns tipos são transmitidos de outras formas além do contato vaginal ou anal.

Ultimo segundo

Aguas da vida comenta
Indispensavel que as pessoas hoje usem o preservativo, um modo inteligente de evitar varios tipos de doenças transmissiveis atraves do ato sexual.

Um comentário:

Fatima Gama disse...

Ele é indispensável embora os homens não gostem de usar!