Translate

quinta-feira, junho 29, 2006

Do outro lado do mundo

Tensão em Timor

Milhares de manifestantes pró-Alkatiri entraram em Díli vigiados pelas forças internacionais.

Mais de quatro mil manifestantes, apoiados em cerca de 200 viaturas, entraram hoje na cidade de Díli para expressarem o apoio ao Governo, ao partido e à liderança de Mari Alkatiri.
A chegada dos apoiantes do primeiro-ministro demissionário provocou uma série de confrontos entre grupos rivais. Xanana dirigiu uma mensagem à Nação, onde apelou à calma dos populares.
Os manifestantes, vigiados por dezenas de militares australianos e neo-zelandeses, iniciaram uma marcha com destino ao Palácio das Cinzas, sede da presidência da República. O objectivo dos apoiantes de Alkatiri era entregar uma petição ao Presidente Xanana Gusmão, em que defendem a anulação da demissão do primeiro-ministro, mas foram impedidos pelos militares australianos de se aproximarem do palácio presidencial.O chefe do gabinete de Xanana Gusmão, Agio Pereira, contactado pela agência Lusa, confirmou que o documento será entregue sexta-feira. Clima tenso em Díli A entrada de apoiantes de Alkatiri em Díli provocou vários desacatos entre grupos rivais em vários pontos da capital.
No momento da entrada na cidade, a partir da zona de Santana, dezenas de jovens, vigiados por militares australianos, gritaram vivas a Xanana e abaixo Alkatiri, tendo desdobrado um pano preto em que se podia ler, em inglês, a inscrição "Alkatiri go to hell" (Alkatiri vai para o inferno). Mais tarde, durante o percurso pela cidade, a caravana foi surpreendida por jovens no bairro Mascarenhas, que apedrejaram os manifestantes.
Os conflitos foram interrompidos pela GNR. Num outro incidente, no bairro de Bidau, junto ao Hospital Nacional Guido Valadares, militares australianos detiveram três jovens pró-Xanana Gusmão, que arremessavam pedras contra um grupo que estava no campo de acolhimento junto daquela unidade hospitalar, danificando algumas casas da zona.
Numa mensagem dirigida hoje à Nação, o Presidente Xanana Gusmão apelou à calma e à tolerância. "O direito de manifestação é de todos e deve ser respeitado por todos", salientou Xanana Gusmão na mensagem transmitida via rádio e televisão.Os apoiantes da Fretilin pretendem ficar em Díli até ao próximo sábado. A segurança na zona está a ser assegurada por veículos militares, incluindo blindados australianos.

Com Lusa

  • A falta de cultura democrática, é tão grave como o desconhecimento de qualquer outro tipo de cultura, a cultura tribalista é o maior obstáculo ao desenvolvimento, à paz, e à coesistência pacífica da humanidade.
  • A falta dessa mesma cultura, é hoje a principal causa dos conflitos generalizados, um pouco por todo o mundo, aprender a cultura democrática é tão importante como aprender a ler ou a escrever.

3 comentários:

Águas da Vida disse...

Andei lendo que essa guerra como tantas outras é uma guerra de interesse, parece que o governo da Australia quer o poder das reservas de petroleo de Timor, e segundo o jornal que li, os australianos estao desacreditando o governo atual de Timor...
As vidas humanas nessa altura nao vale nada, apenas numeros nesse massacre.
Big kiss

Regina disse...

Oi meu amorzinho já é quinta feira hehe final de semana chegando. E sábado jogo do Brasil. Anjo vim aqui dizer que seu mundinho continua maravilhoso como sempre. Te convido quando puderes ir lá no meu. Tem uma amiga que adoro muito que está me ajudando a fazer um template de minha cantora preferida a Shania Twain, quando estiver pronto virei aqui para lhe convidar a conhecer ok. Estou tentando fazer um award do meu bloguinho rosa, mas não estou conseguindo, se souberes de alguém que possa me ajudar eu ficaria muito mais muito feliz. Queria que vc fosse no blogstar e deixasse um votinho para mim, se puderes ta.
Te adoro

Romântica Regina

Fatima Gama disse...

Eu detesto guerra, quando será que este povo terá paz? Uma guerra que envolve tanta gente, eu tenho um amigo lá, lutando! Muito triste isto, ainda mais sabendo como a a Aguas escreveu se tratar de uma guerra com segundas intenções, a vida humana não vale nada mesmo! tem razão amiga Aguas! Beijos Chuva